Publicado em

The Big Bang Theory – Avaliação Crítica da 6ª Temporada

Por Davi Paiva

ATENÇÃO: SPOILERS!

Olá, pessoal. Tudo bem? Espero que sim.

Quem diria que o movimento nerd chegaria tão longe ao ponto de ser considerado um movimento. Não é mesmo? Eu não sei por que raios uma pessoa quer ser nerd. Nerds apanham, são alvos de chacotas, só são populares nas épocas das provas, etc. Hoje as garotas dizem que gostam de nerds, temos sites e podcasts (sendo o mais popular o Nerdcast) e até coisas tendenciais ao ponto de um cara dizer “como você pode ser um nerd se não leu O Guia do Mochileiro das Galáxias?”.

Eu não vou dizer que eu não seja um nerd como também não digo que eu não sou. Gosto de estudar, de ter conhecimento, de argumentar, debater, aprender e ler bastante. Se deixo de ver uma determinada coisa tenho os meus motivos: não comecei a assistir Fringe por não ter me interessado, não assisti ao filme O Hobbit por falta de dinheiro, não leio As Crônicas de Fogo e Gelo porque já leio muitos livros em série, não jogo Assassins Creed por não ter play 3 (e nem querer me matar pra comprar um), etc. Logo, gosto do movimento nerd só que não sou um seguidor fiel.

E entre uma das coisas que gosto neste movimento, está este seriado.

Elenco da série

Elenco da série

Eu o conheci por intermédio de um amigo quando a segunda temporada estava em produção e achei bem engraçado. Desde então, passei a acompanhar. Pra quem não conhece, é uma série sobre dois físicos, Leonard e Sheldon, que moram em um apartamento e tem como companhia dois amigos, Raj e Howard. A vida deles muda já no primeiro episódio com a chegada da nova vizinha, Penny. Mais personagens são introduzidos na história como Bernadette (futura namorada e esposa de Howard), Amy (futura namorada de Sheldon), Lucy (que não sei se vai pra sétima temporada, mas entrou como par romântico de Raj) e outros que aparecem esporadicamente.

O que posso dizer desta sexta temporada? Vamos por partes:

Roteiro: bom como sempre. Gosto dos fins de temporada de TBBT. O fim da primeira foi o primeiro encontro de Leonard e Penny; o fim da segunda foi com os quatro no pólo norte (sendo que antes disto, Penny deixou claro ao público que gostava de Leonard); no fim da terceira o desastroso relacionamento de Penny e Leonard foi eclipsiado pela entrada de Amy; a quarta temporada teve como destaque o relacionamento de Leonard com a irmã de Raj e a “ficada” de Penny com Raj; a quinta pela odisseia de Howard rumo ao espaço depois de casar e agora na sexta temos algo similar ao fim da segunda, que foi somente Leonard indo para uma expedição. Mas do início que foi a vida de Howard no espaço, passando pelo retorno e readaptação e as mudanças no relacionamento de Penny e Leonard (que admitiram que amam um ao outro) passando pela hilária tentativa de Amy de mudar o Sheldon (ainda bem que ele não muda), me diverti bastante.

Uma coisa que eu não gostei: a entrada da Lucy ficou meio sem nexo. Do nada o Raj perde a timidez? Ainda bem que ela sumiu e tomara que ela não volte mais. Mais um pouco e a série fica igual a Eu, A Patroa e As Crianças, já que todo mundo tinha um par.

Atuações: Sheldon é foda e é o que há. Não sei se isto foi da personagem ou dos roteiristas, mas isto é até algo que o Rafael Lionheart se queixa, que é a mudança de personalidade da Amy que de nerd extrema ela passou a uma mulher louca pra transar com o Sheldon, que é engraçado por ser assexuado. O que eu tinha que falar sobre a “Lucy-lixo” eu falei no parágrafo anterior.

Trilha sonora: não tivemos nenhuma cena como o o Raj cantando Red Hot ou o Howard fazendo Beatbox. Uma pena.

Bom, seja como for a série pode ir pra sétima temporada (digo “pode” porque nunca sei quando os caras podem cancelar algo sem mais nem menos) que eu ainda vou acompanhá-la com prazer. Diferente de outras séries que quero voltar a assistir apenas para fins críticos como Dr. House (não assisti a oitava temporada) ou Supernatural (também não vi a oitava). As surpresas desta temporada de TBBT como a vida de casado do Howard ou a entrada da Lucy fazem parte das mudanças, por outro lado nem toda mudança fica boa. Não assisto Two and Half Men só que acho estranho um cara como o Charlie Sheen sair e colocarem outro personagem no lugar pra ainda manter o “Two”.

O que espero da sétima temporada? Penny e Leonard casarem tudo bem… mas Raj ter perdido sua timidez de uma hora pra outra é algo tão inacreditável que só falta o Sheldon ter relacionamento físico com a Amy. Aí é demais!

Bom, é só isso. Espero que tenham gostado.

Abraços e obrigado pela leitura!

Anúncios

3 Respostas para “The Big Bang Theory – Avaliação Crítica da 6ª Temporada

  1. Paulo Rodrigo ⋅

    Bacana sua crítica.

    Aquilo que você disse sobre os Nerds, que eles apanham, são alvos de chacota, é bem verdade. Só que, pensando bem, o futuro é dos Nerds! Quando se tem conhecimento, se avança um passo em relação a milhares de pessoas. O conhecimento é tudo!

    Abraços!

    P.S.: você escreve muito bem, viu?

    • Oi, Paulo. Tudo bem?

      Em primeiro lugar, obrigado pela leitura e os elogios. Quanto ao que será do nerd no futuro, é o que todos esperamos. O duro é o que algumas pessoas fazem com o seu conhecimento.

      Abraços e espero que continue acompanhando o blog. Estivemos afastados por questões pessoais, mas estamos voltando!!!

  2. A grande temporada, eu amo essa série e definitivamente geek tudo o que está na TV esta é a melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s